BRANDING: COMO GERENCIAR SUA MARCA PESSOAL nA INTERNET

A internet é a nossa maior aliada, e as empresas precisam, cada dia mais, se preocupar com seu posicionamento nas redes sociais. Mas não são apenas as marcas físicas que devem dar atenção a essas mídias. Portanto, aprenda a gerenciar a sua marca pessoal através do Golden Circle, ferramenta criada por Simon Sineck.

Nesse artigo você vai aprender a importância que uma boa gestão pessoal tem sobre o seu desenvolvimento profissional. E se você já sabe da necessidade de um branding pessoal de qualidade nos seus negócios, não tenha dúvidas de que ainda existe muito para explorar.

Vivemos uma nova era, na qual o mercado profissional tem passado por grandes transformações. Portanto, precisamos estar atentas a essas mudanças e encontrar nelas as oportunidades para construirmos nossa identidade.

BRANDING PESSOAL: VOCÊ É A SUA MARCA

Branding pessoal é se posicionar de forma que o seu público compreenda claramente quem você é e o que tem a oferecer. Para isso, é preciso entender pelo que você quer ser lembrada e trabalhar essa imagem.

Cuidar da sua própria imagem é essencial, independente de você possuir um negócio ou não. Mas, esse conceito é um pouco mais amplo do que apenas um gerenciamento estratégico, já que está também ligado com quem você é e com tudo aquilo que te torna única. 

Um branding que transmite verdade é aquele que pensa em todos os passos da comunicação, que começa com a linguagem utilizada, passa pela imagem pessoal e vai até as fotos que são compartilhadas nas redes sociais.

Ou seja, todo o trabalho para gerir sua marca pessoal na internet é realizado com o objetivo de te tornar mais conhecida, mais desejada, mais positiva na mente e no coração dos seus seguidores/clientes. Ele passa por funções de investigação, estratégias, criações, design e a gestão constante da marca.

ASSISTA AO TEDX: CRIE A SUA MARCA PESSOAL | JENNI FLINDERS

O branding pessoal trata exatamente de influenciar, intencionalmente, como o mundo irá te perceber. Trata, portanto, de te ajudar a construir a marca VOCÊ.

Porém, fique atenta: a mensagem que você passa na vida profissional tem de estar alinhada com o que você é fora dela. Ou seja, você precisa gerenciar o seu branding pessoal na internet de acordo com quem você é na vida “real”.

Tratando-se de posicionamento digital, as suas redes sociais têm de transmitir de forma bem clara o que você faz, o que você acredita, quem você é e, consequentemente, o seu propósito. Essa propagação de ideias é o branding digital: a maneira com a qual você se posiciona nos canais online.

Além disso, ter uma marca pessoal de valor significa ser única, diferenciada, reconhecida e escolhida como primeira opção na sua área de atuação. Ou seja, você pode até ser desconhecida por muitos no mundo, mas precisa ser muito conhecida e respeitada no seu mundo – no seu nicho ou segmento.

COMO GERENCIAR SUA marca pessoal NA INTERNET

Os consumidores digitais são independentes e acreditam na liberdade. Consequentemente, preferem ter a informação na ponta dos dedos e querem ter acesso a produtos e serviços do mundo todo, podendo avaliar e comparar interesses apenas com uma simples busca no Google.

Embora sua marca precise se adequar à realidade de mercado, o seu DNA não pode mudar radicalmente o tempo todo. Além disso, você precisa considerar a percepção de valor e o reconhecimento do público em relação à você e sua marca pessoal. Para isso, leve em conta:

AUTENTICIDADE: sua marca precisa ter valores claros e verdadeiros.

RELEVÂNCIA: seu propósito precisa ter um impacto real na vida das pessoas.

DIFERENCIAÇÃO: ela precisa ter uma identidade claramente única, quando comparada à concorrência.

ENTENDIMENTO: seu público precisa entender facilmente o porquê de sua marca existir.

CONSISTÊNCIA: sua marca precisa atender as expectativas – ou, sempre que possível, superá-las, entregando mais do que o prometido.

PRESENÇA: sua marca precisa estar presente nos locais, momentos e situações certas. Da mesma forma, estar nas redes sociais que seu público está.

branding pessoal como gerir sua marca na internet

Quando mais tempo você puder acumular estratégias para fortalecimento e reconhecimento de marca, mais forte fica sua identidade e melhores serão os seus resultados.

Construção de Marca: identidade e valor

O que você diria que faz com que seus seguidores te sigam ou teus clientes comprem o seu produto ou serviço?

Simon Sinek tem uma teoria interessante: as pessoas não compram o produto/serviço que você vende, mas o motivo pelo qual você o está vendendo. É o que te move: seu posicionamento, aquilo que defende, que apoia e que acredita, fazendo com que consumidores se conectem e desejem adquirir seus produtos/serviços.

Sinek, com sua teoria do Golden Circle, mostra que poucas empresas sabem o porquê elas fazem o que fazem. Todas sabem o que fazem, e algumas sabem até mesmo como fazem. Porém, somente aquelas que conhecem o seu porquê, o seu propósito, são capazes de inspirar outras pessoas.

A partir do momento em que você tem um propósito claro e divulgado como identidade de marca, os seguidores/clientes/pacientes são capazes de se apropriar daquelas ideias, consumindo os seus produtos/serviços como forma de mostrar ao mundo “eu penso como ela”.

branding pessoal como gerir sua marca na internet

É preciso comunicar

Ok, você sabe qual é a sua razão. Mas isso é tudo? Quando você tem bem claro o seu propósito, pode parecer simples comunicá-lo, confiando apenas na verdade das suas palavras. Mas quando o assunto é comunicação, a regra não é assim tão simples.

Para Sinek, o segredo está em uma comunicação real, inspiradora e eficaz. Vivemos na era da pós-verdade, onde precisamos ser mais contestadoras e nos posicionarmos como aquelas que confiam “desconfiando”, pois toda informação divulgada precisa ser mais do que verdadeira.

O Golden Circle precisa ser a base do seu discurso e da sua forma de se comunicar. Então, esteja super conectada com o seu propósito para poder transparecer para o mundo o porquê de sua existência. Pense, aja e comunique de dentro para fora. Venda sua razão antes de vender seu produto.

Para construir sua marca pessoal não basta um trabalho bem feito de gestão de marca. Somente isso não garante a sua reputação. É aquela velha história: não existe capa bonita que faça com que o conteúdo de um livro seja bom.

mostre-se

Para transformar sua imagem, você precisa ter – e mostrar – competência naquilo que faz. Coloque-se no mundo. Mostre o que te move, como você vive e trabalha com isso. Só assim dará o primeiro passo para atrair as pessoas certas, que te interessam do ponto de vista pessoal e do ponto de vista de negócios.

O próximo passo é quebrar todos seus tabus e crenças em relação ao branding pessoal. Investir no branding não é maquiar fatos sobre você ou sobre aquilo que você faz. Ao contrário: você cria destaque para si mesma. Coloca os holofotes em seus pontos fortes, mostra para as pessoas do que você é capaz e se conecta com sua audiência.

Quando você tenta entender quem te acompanha e cria conteúdo a partir do que seu público precisa, isso significa aprendizado. Significa ser inteligente o suficiente para entender que, se você não se vender, ninguém mais vai fazer isso por você.

se torne quem você é

Para isso, seu posicionamento é muito importante. E, antes de se posicionar, você precisa saber para qual direção caminhar, entender quem você é na perspectiva de outras pessoas. Não tenha medo de se posicionar.

Seu objetivo não deve ser fazer negócios com todo mundo que precisa do que você tem, o objetivo é fazer negócios com pessoas que também acreditam no que você acredita.

Mesmo que você tenha a mesma atividade que centenas de outras pessoas no mercado, você é única. A sua forma de fazer e a experiência que você proporciona ao outro é única! Por isso, assuma quem você realmente é e projete essa identidade no que você faz. 

Não tenha medo de ser diferente, o maior erro é ficar no meio termo e não se conectar de forma significativa com ninguém. O seu público ideal te valorizará por você ser quem é.

branding pessoal como gerir sua marca na internet

Portanto, seja clara no seu posicionamento e na comunicação do que você entrega e do que não entrega ao seu público. Quanto mais clara, mais o seu público terá confiança de que você entende a dor dele e é a pessoa certa para ajudá-lo.

Gostou de entender melhor sobre como construir sua marca pessoal? Então, aproveite para se aprofundar mais no assunto com várias outras dicas práticas. Confira a minha Mentoria para Influencers.

LISTA VIP

RELACIONADOS

MUDANDO DE ASSUNTO